02/12/2015

É POSSÍVEL VIAJAR NO TEMPO ???

1) Paradoxo do Avô: Certamente o mais famoso paradoxo temporal. Suponha um viajante do tempo voltando ao passado para matar seu próprio avô quando este ainda é uma criança, desta forma o pai do viajante não nasceria, tão pouco o viajante. Mas, o que aconteceria ao viajante? Deixaria de existir? E as leis de conservação de massa/energia, seriam violadas?
2) Paradoxo da Acumulação: Imaginemos que alguém volte a um determinado ponto do passado onde, originalmente, ele esteve. Encontraria sua própria cópia (ou melhor, seu original – ou será cópia?). Se voltasse a esse ponto da história outras vezes, veria várias cópias de si.
3) Paradoxo do Deslocamento em Trânsito: Viajantes do tempo levam consigo seu próprio tempo – o presente do modo exato que estava no momento de sua viagem – e não podem ser afetados por alterações ocorridas depois de sua partida. Sofrerão os efeitos dessas alterações quando voltarem ao seu tempo presente, agora modificado.
4) Paradoxo da Descontinuidade: Quando um viajante do tempo encontra no passado um conhecido que partiu de um ponto do futuro diferente do dele. Essa pessoa pode não reconhecer o viajante, pois no presente eles ainda não se encontraram.
5) Paradoxo Final: Criado por um viajante do tempo que muda a História de modo que viagem no tempo nunca seja inventada.
6) Lei dos Paradoxos Menores: Se dois paradoxos mutuamente exclusivos podem ocorrer simultaneamente, acontecerá primeiro o menos paradoxal.
7) Paradoxo da História Retroativa: Quando pessoas do futuro, que não haviam nascido na época de acontecimentos já ocorridos e historicamente registrados, acabarem tornando-se protagonistas desses mesmos eventos.
8) Paradoxo dos Loops de Informação: Acontece quando uma informação é enviada do futuro para o passado de modo a se tornar a fonte inicial da mesma informação tal como existia no futuro.
9) Paradoxo dos Loops Sexuais: Acontece quando um viajante do tempo volta ao passado para fazer sexo com um ancestral e se tornar um ancestral de si mesmo.
10) Paradoxo da Fraude: Quando alguma ação no passado, causada por um viajante do tempo vindo do futuro, afeta a linha do tempo, e depois a versão passada do mesmo viajante decide não realizar a citada ação quando alcança aquele mesmo momento do futuro.
11) Paradoxo das Linhas de Tempo Alternativas: Segundo esse paradoxo, o passado não pode ser modificado, e qualquer tentativa de mudá-lo causará a criação de uma linha de tempo alternativa, de existência paralela à linha de tempo original a partir do ponto de mudança. A mera chegada do viajante no passado já causaria sua mudança.

12) Paradoxo da Causa e Efeito: Se alguém viaja para o passado no objetivo de alterar um evento para mudar o presente, assim que o fizesse o motivo pelo qual se viajou deixaria de existir, e consequentemente a viagem também. Neste paradoxo está baseado o filme “A Máquina do Tempo”.

16/11/2015

.


Trabalho para o 3º Ano

Galera,
            o trabalhinho para a próxima semana, dia 23, está ali ao lado, à direita.
Não se esqueçam que vamos fazer a defesa do trabalho ainda no dia 23.

14/09/2015

Galera,
Tem coisas que de repente a gente acha que serão mais úteis em outras mãos. Daí a ideia de disponibilizar esses artigos.
Dão coisas não muito fácil de achar aqui no Brasil. Comprar em sites americanos tem sempre o problema do custo de envio e a possibilidade da alfândega encrencar.
interessando é só deixar um comentário.

20/08/2015

Cada um de nós, habitantes desse planeta é um universo de possibilidades.
Somos parte de um todo, assim como os outros animais, as plantas e tudo o que compõe o planeta.
Quando olhamos o horizonte, pensamos em quão grande é o chão que habitamos.

Até que um dia colocamos nosso olho na ocular de um telescópio e começamos a admirar os outros planetas, as estrelas...

14/08/2015

Galera, não esqueça de registrar aqui, como comentário, que você assistiu ao vídeo de óptica.

09/06/2015

Gabarito 2º Ano
1 – A viga terá um comprimento final de 100,024 m
2 – A barra sofrerá uma dilatação de 0,012 cm ou 0,12mm
3 – O sarrafo terá um comprimento de 10,025 m
4 – A ponte sofrerá uma expansão de 33 cm (em seu trabalho, apresente o cálculo)
5 – A temperatura inicial é de 0 °C (gelo fundente) e a final será de 100 °C (água em ebulição) – letra A
6 – Letra e – explique o porquê em seu trabalho.
7 – Letra c (em seu trabalho, apresente o cálculo)
8 – Letra c – como as duas hastes têm que sofrer a mesma dilatação (DL) e a haste II é 3 vezes maior que a haste I, então, para compensar, o coeficiente I tem que ser 3 vezes maior que o coeficiente II.

9 – Letra c de novo – resfriando os dois, o latão vai contrair mais que o aço e o orifício ficará ainda menor que o eixo.